SOBRE O CURSO

Desde a promulgação da Lei 11.445/2007, e recentemente com a Lei 14.026/2020, o Brasil tem vivenciado um período de debates sobre a gestão do saneamento, sem precedentes.

Os desafios do saneamento no País estão refletidos nos principais indicadores do setor, como altos índices de perdas de água tratada na maioria das cidades brasileiras, baixos índices de tratamento de esgoto, baixa eficiência dos serviços de saneamento, disposição inadequada dos resíduos sólidos, dentre outros.

Este quadro foi a base e principal argumento do intenso debate nacional dos últimos dois anos, que resultou em um grande redesenho do setor, proposto pela Lei 14.026/2020. As proposições deste marco legal estabelecem um novo cenário para a prestação desses serviços públicos no Brasil.

É um enorme desafio para toda sociedade e para o setor de saneamento atender de forma plena às diretrizes estabelecidas pelo novo marco legal, com a introdução de elementos, como o do ambiente de competição, novas regras de contratos, um novo modelo institucional da regulação, regionalização, metas de universalização e redução de perdas entre outras.

Este novo cenário coloca o aprimoramento da gestão da prestação dos serviços de saneamento como um dos principais instrumentos para atender os objetivos colocados.

Ademais, diversos fatores naturais e antrópicos devem ser incorporados de forma plena e transversal na gestão e planejamento dos sistemas de saneamento. Dentre esses fatores, estão as condições climáticas, as características regionais e a disponibilidade hídrica.

O agravamento da crise global da água, dos conflitos causados pelos usos múltiplos, além da poluição e mudanças climáticas elevam a complexidade e amplitude dos desafios em qualquer parte do mundo. No Brasil, este quadro global e as recentes mudanças estruturais e institucionais fazem desta década um momento histórico e de grande transformação do saneamento. O novo modelo contratual, com as metas de universalização e de eficiência dos serviços, acelera e intensifica a necessidade de rápidas mudanças em todo o setor.

Neste cenário, a capacitação dos profissionais do saneamento passa a ser imperiosa. Uma formação ampla voltada à gestão da prestação de serviços para os enfrentamentos desses grandes desafios são requisitos necessários e indispensáveis.

A Sociologia e Política - Escola de Humanidades, por meio do seu Núcleo de Pesquisa em Ciências Sociais, apresenta o Curso de MBA Saneamento Ambiental, direcionado a um público-alvo específico, associado diretamente às políticas públicas em saneamento e de gestão de bacias, além de técnicos e especialistas da área. Com uma linguagem técnica e voltada às boas práticas, o curso é ministrado por especialistas de renome nacional e internacional, tendo um Módulo Executivo Internacional ministrado na University College London (UCL), que de acordo com o respeitado QS World University Rankings (2022), está classificada em 8º lugar entre as melhores instituições acadêmicas globais.

FORMAÇÃO COM QUALIDADE

O curso é composto de conteúdos avançados, elaborados por professores, especialistas e técnicos com atuação prática e dedicação nas modalidades que compõem o saneamento ambiental e recursos hídricos no Brasil. A formação terá atenção permanente aos processos de desenvolvimento do setor no país, com seus desafios legais, sociais e econômicos e de regulação, além de um olhar especial para as principais experiências globais em saneamento.

DESAFIOS GLOBAIS

No decorrer do curso, haverá um enfoque todo especial para estudos de casos. As melhores práticas no setor, experiências de sucesso e ainda casos de fracasso que deixaram seu aprendizado, serão tratados e estudados. O Módulo Internacional na University College London (UCL) possibilitará ao aluno conhecer e discutir as principais experiências e desafios globais em Saneamento, estudando temas como prestação eficiente de serviços de saneamento, integração das infraestruturas e serviços com gestão eficiente dos recursos hídricos. Serão tratados de forma integrada os aspectos regulatórios, econômicos, sociais, tecnológicos, técnico-operacionais e práticas inovadoras e de referências internacionais para o desenvolvimento do setor.

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

Por meio da integração entre saberes e organização do conhecimento acumulado na gestão e gerenciamento do setor de saneamento, o curso pretende capacitar profissionais com as experiências e boas práticas nacionais e internacionais. Com sua formatação em ensino a distância (EAD), em uma plataforma especialmente construída e customizada para os alunos do curso.

OBJETIVOS

O objetivo do MBA Saneamento Ambiental Internacional, pósgraduação internacional na modalidade EAD, é qualificar profissionais da administração pública e do setor privado para a gestão e regulação dos serviços de saneamento e de recursos hídricos, para o exercício de suas funções e a promoção do desenvolvimento do setor. O curso agrega docentes e especialistas que unem conhecimento acadêmico, atuação prática e experiência de mercado nos setores público e privado, sendo composto de conteúdos avançados sobre saneamento (Abastecimento de Água, Esgotamento Sanitário, Drenagem de Águas Pluviais e Limpeza Urbana e Manejo de Resíduos Sólidos) e recursos hídricos.

SAIBA MAIS

Next Previous Depoimentos

Realização

 

Módulo Executivo Internacional

 

 

Cooperação Institucional