Entrevista com o Professor Elcires Pimenta

A Fundação Escola de Sociologia e Política – FESPSP, por meio do seu Núcleo de Estudos e Pesquisas Socioambientais e Núcleo de Pesquisa em Ciências Sociais, em parceria com a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES e UNIABES, promove o Curso de MBA Saneamento Ambiental – modalidade Educação a Distância (EAD). 

O objetivo central do curso é qualificar profissionais que atuam na gestão pública ou setor privado nas áreas de saneamento e recursos hídricos. As aulas da segunda turma começarão em maio e as matrículas estão abertas (escreva para mbasaneamento@fespsp.org.br ou ligue para 11 3123-7800 Ramal 838). 

Na entrevista a seguir, o professor Elcires Pimenta, coordenador técnico do curso, fala sobre as expectativas para o mercado de saneamento brasileiro, frente às mudanças que estão ocorrendo, as adversidades enfrentadas pelo setor e como o MBA Saneamento Ambiental pode contribuir na busca por melhorias.

“Acreditamos que o curso consegue trazer uma visão moderna do saneamento. Uma visão que cobre todas as áreas afetas ao saneamento, que são abastecimento de água, esgotamento sanitário, gestão de bacias hidrográficas, resíduos sólidos e drenagem de águas pluviais”, enfatiza o professor Pimenta. Ele cita outra questão fundamental para o saneamento abordada nas aulas: a regulação.

O especialista destaca também, entre outras questões, a importância dos estudos presenciais – que o curso contempla – em Londres, por meio do Módulo Executivo Internacional na London School of Economics and Political Science (LSE), considerada uma das principais instituições de ensino do mundo, casa de 18 vencedores do Prêmio Nobel. “O módulo tem o papel de trazer a visão global do saneamento, apontar as novas tendências e permitir ao aluno fazer uma reflexão para o sistema brasileiro com relação ao que acontece no resto do mundo”, afirma.

Leia a seguir a entrevista:

MBA Saneamento Ambiental – Poderia comentar sobre a parceria entre FESPSP e ABES/Uniabes para a realização do MBA Saneamento Ambiental?  

Prof. Elcires Pimenta – É importante destacar que são duas importantes instituições que atuam na área de políticas públicas no Brasil. A FESPSP, com uma tradição secular de apoio ao desenvolvimento de políticas públicas e acadêmica, se junta a uma importante instituição da área de saneamento, pela representação, capacidade, capilaridade em todas as áreas do saneamento. Essa união é extremamente importante e de certa forma permitirá que o curso tenha uma boa relação tanto com as políticas públicas no Brasil, quanto no desenvolvimento brasileiro do segmento do setor de saneamento, aproveitando a grande experiência dessas duas instituições.

MBA Saneamento Ambiental – O setor de saneamento brasileiro vive um momento transformação, mas é ainda muito precário. Quais são, na sua visão, as perspectivas para este mercado diante deste cenário? 

Prof. Elcires Pimenta – O setor de saneamento no Brasil vive um atraso muito grande em relação aos outros setores de infraestrutura no Brasil. Grande esforço tem sido feito nos últimos 15 anos para superar esse grande atraso. A partir da publicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos tem sido feito um esforço muito grande, não só para modernizar, mas também para estruturar o setor. O resultado dessa política começa a aparecer em algumas regiões do Brasil. Em várias regiões começamos a ter indicadores melhores, como é o caso do tratamento de esgoto nas regiões Sul e Sudeste. Isso acontece em um momento em que no mundo temos uma grande mudança no paradigma tecnológico do saneamento com novas metodologias, novas tecnologias, corporação, principalmente da revolução cibernética dentro da gestão dos sistemas de saneamento. Então, hoje vivemos um momento em que a sociedade cobra uma grande mudança, um grande avanço. E cabe ao setor de saneamento entender isso e se preparar para essa grande mudança e dar esse grande salto que precisamos dar no saneamento. Temos uma nova legislação que nos dá um suporte legal, temos que avançar institucionalmente e principalmente no que diz respeito à gestão do setor. Acredito que o curso de MBA vem, de certa forma, dar uma contribuição neste sentido

MBA Saneamento Ambiental – Como o curso pode contribuir para alavancar o setor?

Prof. Elcires Pimenta – O curso procura reunir profissionais com grande experiência e rigor acadêmico de duas instituições importantes: a FESPSP e London School of Economics, que traz uma visão internacional. Acreditamos que o curso consegue trazer uma visão moderna do saneamento. Uma visão que cobre todas as áreas afetas ao saneamento, que são abastecimento de água, esgotamento sanitário, gestão de bacias hidrográficas, resíduos sólidos e drenagem de águas pluviais. E traz uma visão importante hoje para o saneamento no Brasil, uma questão que é fundamental ser desenvolvida no país, que é a regulação, as normativas, os processos de regulação do setor. É uma abordagem importante que esse curso traz, que é inédita praticamente no Brasil e que deve contribuir muito na formação dos profissionais desta área para ter uma visão moderna e ampla do setor.

MBA Saneamento Ambiental – Qual é a importância do investimento em especialização profissional nesta área?

Prof. Elcires Pimenta – Com essa grande transformação que acontece no setor, seja inovação em função da nova legislação e amplitude que o setor saneamento tem seja pela grande inovação em função das novas tecnologias, o setor vem se modernizado tecnologicamente. Isso faz com que investir em uma capacitação seja fundamental para qualquer profissional da área. Este curso permite ao profissional ampliar e atualizar a sua visão sobre o setor de saneamento. E, de certa forma, conhecer uma visão mais ampla e internacional do que acontece hoje de mais interessante no mundo sobre o saneamento. É um investimento fundamental para o profissional estar atualizado e pronto para enfrentar os desafios que estão colocados no setor e os desafios de mudanças no próprio mercado do saneamento e do perfil das empresas. Acredito que seja um dos melhores investimentos que o profissional do saneamento, hoje, pode fazer para si mesmo, nessa atualização e capacitação. O curso permite isto.

MBA Saneamento Ambiental – O MBA Saneamento Ambiental EAD oferece uma semana de estudos presenciais em Londres, por meio do Módulo Executivo Internacional na London School of Economics and Political Science (LSE). Qual a importância desta experiência para o aluno?

Prof. Elcires Pimenta – Este módulo internacional tem um papel fundamental neste curso. O papel de trazer a visão global, mundial hoje do saneamento. Apontar as novas tendências e permite o aluno fazer uma reflexão para o sistema brasileiro com relação ao que acontece no resto do mundo. De certa forma, aprender, não só com os acertos das políticas públicas globais para o saneamento que acontecem, principalmente na Europa, Estados Unidos e Japão. Não só o que acontece de bom, mas aprender com os erros também que ocorrem na estruturação dessas políticas em qualquer país do mundo. As políticas e as práticas são feitas de acertos, de avanços e de erros. O que cabe, principalmente, é aprender com as duas coisas: com os acertos dos países que estão, de certa forma, mais desenvolvidos que o Brasil e aprender também com os erros que aconteceram nesses países, particularmente, no que diz respeito à gestão – modelo de gestão. Então, este módulo acaba sendo fundamental para complementação dos alunos da área. Ele dá a amplitude de uma visão internacional para o setor de saneamento.

MBA Saneamento Ambiental – O que o aluno pode esperar deste curso, além da aulas em Londres? Quais são os diferenciais e os benefícios para os profissionais que vão realizá-lo?

Prof. Elcires Pimenta – A expectativa que o aluno pode ter deste curso, em primeiro lugar, é uma visão ampla e moderna do saneamento. Em segundo lugar, o contato com profissionais de diversas áreas do saneamento, que são altamente experientes. E toda esta experiência sendo passada de uma forma academicamente correta e com rigor acadêmico. Permitirá ao aluno, sem sombra de dúvida, não só atualizar e ampliar a sua visão e conhecimento, como também estabelecer um grande networking com outros profissionais do setor e entender as diversas experiências. O curso é recheado com estudos de caso, com questões objetivas e práticas, discussões e questões atuais, além de questões conceituais e técnicas. Acredito que o curso é inovador na forma como ele aborda as questões tanto em profundidade como amplitude. E o grande diferencial dele é atualidade. É um curso é atual em todos os sentidos – não só na forma de ver o saneamento, mas principalmente na forma de abordar essas questões.

MBA Saneamento Ambiental – A primeira turma está em curso. Pode destacar pontos interessantes desta primeira edição? 

Prof. Elcires Pimenta – Têm sido muito bem avaliado o plano de ensino e as metodologias utilizadas em todas as disciplinas. Os alunos têm elogiado a proximidade que o corpo docente tem com o corpo discente, através do Canal Saneamento, do webner – são atividades que promovem essa proximidade. Outro ponto forte é que conseguimos colocar em debate, junto com as disciplinas, grandes temas nacionais, como por exemplo, a resolução do Governo Federal que muda a Lei do Saneamento (MP 868, antes MP 894). Promovemos um grande seminário a respeito disso e outros temas, como a questão das barragens de rejeitos. Fizemos um bom seminário, foi muito elogiado porque isso mostrou a proximidade que o curso tem com a realidade brasileira e a atualidade. A experiência tem sido muito positiva com essa primeira turma.